para amantes da sociologia
blog de ciências humanas

Revolução Chinesa (1949 e 1962)



CENÁRIO

Com cerca de 400 milhões de habitantes, a China do final do século XIX era um país sob o controle dos interesses das principais potências imperialistas.
China estava arrasada pelos longos anos em que batalhou contra o domínio japonês, e uma longa Guerra Civil. Na cidade, o povo passava fome, no campo não se plantava nada por não ter sementes.

LUTA

A luta dos camponeses por terras e a luta do povo chinês pela independência nacional.
Foi uma luta nacionalista, no começo do séc. XX,  a fim de que os chineses comandassem a China sem intervenção de nenhum outro país.

LÍDERES

Partido Comunista Chinês (PCC). Seus principais fundadores foram o intelectual Chen-Tu-xiu, o educador Peng-Pai e principal: o ativista político Mao Tse-tung, líder chinês, quem iniciou a reforma agrária e também a revolução cultural com o objetivo de mobilizar a população pensante e formadora de opinião da China.

COMO ACABOU

Em 1º de outubro de 1949,  a China se proclama a República Popular da China.Transformada num país comunista, a China passou por uma série de reformas como, por exemplo, coletivização das terras, controle estatal da economia e nacionalização de empresas estrangeiras. Apoiado pela União Soviética, os comunistas fizeram mudanças radicas na economia e cultura chinesas; A boa relação entre as duas potências socialistas só acabou com a morte do ditador Stalin.



Nenhum comentário