para amantes da sociologia
blog de ciências humanas

SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA


Sociologia como ingrediente e produto da modernidade. 
Por: Jeniffer Modenuti


A sociologia é ingrediente, produto e reflexo dos processos, transformações e aspectos da época moderna que engloba os processos de transição do período feudal (período arcaico de economia, centrado nos feudos, sistema de produção de subsistência, ausência de comércio e de poder político centralizador – a igreja/clero dominava a vida social/cultural) para o capitalismo (modelo moderno de produção que possui como pressupostos a acumulação de capitais, circulação de mercadorias, divisão da sociedade em classes, exploração proletária) e os aspectos de tal época marcados pelas revoluções (Francesa e Industrial), contradições e conflitos (fins do século XVIII e início do XIX).

 



Neste período houve uma multiplicidade de correntes e pensamentos filosóficos – evolucionismo, organicismo, funcionalismo – que formaram a base para o desenvolvimento da Sociologia. Ela apropriou-se dessas correntes e dos procedimentos de pesquisa das ciências físicas e naturais.


No que trata do âmbito social, a vida urbana estava em turbulência. Com o crescente capitalismo os feudos foram desfeitos e os camponeses expropriados das terras, destinados a vagar pelas novas cidades como vadios em condições precárias de existência, para então servir de mão de obra praticamente escrava do novo sistema de produção que se consolidava. Extinguiu-se o modelo servil de suserania, passando-se ao assalariado, onde nem crianças foram poupadas.


A situação do trabalhador era de profunda miséria.


 
Segundo o icônico pensador deste período, Karl Marx, a expropriação camponesa marca a base da acumulação capitalista: Os camponeses foram tirados a força das terras onde moravam, visto que essas terras foram cercadas para servirem de campos de pastagem de ovelhas e outras criações e usadas para plantação. Os camponeses, sem onde morar, foram obrigados a migrarem para as cidades que estavam em crescimento, servindo de mão de obra barata para a burguesia em ascensão.


 A Sociologia – ciência que surgiu por último, além de dialogar constantemente com a filosofia e usar de métodos das ciências físicas e naturais, é, acima de tudo, fruto da modernidade e tem por caráter precípuo compreender e explicar tal sociedade – seus grupos, sua formação, seus movimentos sociais, suas classes, o cotidiano, as relações e interações sociais, os sistemas políticos, econômicos, socioculturais e suas projeções e consequências.



O avanço da sociedade permitiu novas formas de pensar, e na realidade moderna – pós-renascentista, racionalista, iluminista – pensar o homem em sociedade tornou-se uma consequência indispensável e inevitável.



Links Interessantes:


Nenhum comentário