para amantes da sociologia
blog de ciências humanas

PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA

Por: Jeniffer Modenuti 

A Sociologia nos convida a termos uma perspectiva sociológica. Mas como? Berger e Mills, nos dá a dica.

Peter Berger fala sobre o olhar sociológico
Berger


 

Peter Berger: "Olhar por trás dos bastidores"






Charles Wright Mills defende o uso da imaginação sociológica
Mills
 

  


Charles Wright Mills: "Desenvolver a Imaginação Sociológica"






Fatos cotidianos precisam ser estudados pelos sociólogos, pois estes fatos, por mais sutis que pareçam, são dotados de símbolos e significados.

O sociólogo precisa ir além do cotidiano e analisar os diversos fatos.

Desenvolver um senso crítico, um olhar apurado:

Ex: ato de tomar café. Possui muitos símbolos e significados ao redor do mundo.
Ele engloba:


O consumo de café é um exemplo para uso da Imaginação Sociológica
Valor simbólico: fruto de uma construção social e histórica,

Ocasiões para interação e 
desempenho de rituais: sair para tomar um café, Aceita um cafezinho?

Relações sociais e econômicas de dimensão internacional: comércio,

Desenvolvimento social e econômico passado: relações de produção, colônia x metrópole, trabalho escravo, crises econômicas, etc,

Opções de estilo de vida.

Todos podemos ter esta percepção sociológica, basta treinarmos nosso olhar e apurarmos nossa análise sobre o cotidiano. Estudar Sociologia implica, portanto, observarmos o nosso dia a dia, percebendo todos os pequenos detalhes, questionando os motivos e razões.

Somos convidados a sermos indivíduos pensantes, críticos e atuantes, que transpassam a aparência, em busca dos significados e símbolos.

Com a sociologia desenvolvemos/aperfeiçoamos:


Consciência de diferenças culturais – conceito de Alteridade

Consciência crítica a respeito da política, sendo capazes de avaliar os efeitos das políticas na sociedade.

A autoconscientização: uma autocompreensão cada vez maior. Quando mais consciência sobre nossas atitudes, sobre nossa sociedade e sobre o mundo, tanto maior são as chances de influenciarmos nosso futuro. (GIDDENS, 2004 p. 6-7)





Nenhum comentário